fbpx

Torneio em Guarapuava movimenta xadrez internacional


    

 

A cidade de Guarapuava sediou, nos dias 26 e 27 de setembro, o primeiro torneio de xadrez no Paraná, e um dos primeiros do Brasil, em formato híbrido, por conta da pandemia. A primeira fase foi presencial e a segunda online, com os classificados jogando contra Grandes Mestres do Brasil, Argentina, Paraguai, Chile, Uruguai e México.

O formato inédito foi a solução para realizar a segunda do Memorial Hermes Kaminski, que em 2019 mobilizou Guarapuava em um evento cultural e esportivo proporções. Além do torneio com jogadores de alto nível no cenário internacional, um espetáculo no Teatro Municipal reuniu amigos e familiares do guarapuavano Hermes Kaminski, enxadrista, escritor, publicitário e jornalista, já falecido.

A segunda edição contou com 97 jogadores, nos dois formatos. Destaque para a participação online de 16 Grandes Mestres, fazendo da cidade a capital do xadrez latino-Americano.

Para a etapa presencial, foram tomadas todas as medidas exigidas para evitar a contaminação pelo covid 19. Máscaras e luvas descartáveis estiveram disponíveis aos atletas e membros da organização assim como frascos de álcool gel em todas as mesas, medição de temperatura dos presentes e álcool spray para as peças de jogo. As mesas foram arranjadas respeitando distância de dois metros, umas das outras.

Houve um grande distanciamento de uma mesa para outra, com isso evitou aglomerações.
A Prefeitura de Guarapuava disponibilizou todos os equipamentos para um torneio seguro para atletas e organização.

A primeira fase classificou quatro enxadristas de Guarapuava para a fase seguinte, disputada de forma online. Os quatro classificados de Guarapuava e Região foram João Paulo Pereira, André Araujo da Silva, Guilherme Kloster Iguinacheski e Heygidio de Lima.

Paralelamente, um torneio de Xadrez Relâmpago em formato digital classificou 12 enxadristas do Brasil e do exterior para a fase eliminatória em Xadrez Rápido.

Entre os classificados online destaque para o Mestre Internacional Roberto Molina, campeão do torneio em 2019. Também o Mestre Fide Nathan Filgueiras, o Mestre Nacional Emerson Veiga e os campeões paranaenses Ellen Larissa Bail e Ademar Viera Neto.

Nenhum dos atletas do classificatórios conseguiu superar fortíssimos GMs convidados. A classificação final foi a seguinte:

Campeão: GM Luis Paulo Supi (Brasil)

Vice-campeão: GM Axel Bachmann (Paraguai)

3º lugar: GM Alexandr Fier (Brasil)

4º lugar: GM Neuris Delgado (Paraguai)

5º lugar: GM Cristobal Villagra (Chile)

6º lugar: GM Rafael Leitão (Brasil)

7º lugar: GM Sandro Mareco (Argentina)

8º lugar: GM Gilberto Hernandez (México)

Desafio encerra o Memorial

Neste sábado (310) o Memorial Hermes Kaminski 2020 será encerrado com o desafio dos campeões, reunindo o vencedor do ano passado, MI Roberto Molina, que estará em Guarapuava, e o campeão de 2020, GM Luís Paulo Supi. Também haverá a cerimônia de premiação.

A primeira edição do Memorial Hermes Kaminski

A primeira edição do Memorial contou com torneios de Xadrez Escolar, Xadrez Rápido e Xadrez Relâmpago, promovidos pela Prefeitura Municipal de Guarapuava em parceria com o Centro de Excelência de Xadrez, FEXPAR, Fecomércio PR e Sesc Guarapuava. O evento foi realizado entre 8 e 11 de agosto de 2019, com uma premiação de R$ 20 mil e a participação de centenas de atletas de todas as idades. Os torneios principais tiveram a participação de aproximadamente 70 jogadores de cinco países, entre os quais oito Grandes Mestres.

 

 

Print Friendly, PDF & Email