fbpx

II Aberto do Brasil de Maringá: Pacotão da #1 Rodada

O pragmatismo deu o tom da 1ª rodada do II Aberto do Brasil de Maringá. A grande maioria dos enxadristas da parte de cima da tabela fez valer a melhor posição no ranking inicial do torneio e confirmou o ponto na rodada. O torneio começou com um total de 251 enxadristas inscritos e 21 pedidos de “bye ausente”. Em relação às estatísticas federativas, foram 245 brasileiros inscritos, três paraguaios e três países representados por um único jogador: o GM Sandro Mareco, da Argentina; o MI Dragan Stamenkovic, da Sérvia; e John Baldwin, dos Estados Unidos.

Mesa #4: GM Everaldo Matsuura, de Maringá, estreia com vitória no Aberto do Brasil (Foto: Johnny Katayama)

A maior surpresa da rodada foi a derrota do MF Alfeu Junior Varela Bueno para o catarinense Willian Domingues Bianchi. Os dois são enxadristas de Lages (Santa Catarina), mas este ano o Mestre Fide está federado pelo Clube de Xadrez Alekhine, de Cascavel, e deve defender a cidade nos Jogos Abertos do Paraná. Outro destaque foi a vitória do paranaense Alef Miranda Ribeiro, de São José dos Pinhais, que conquistou uma vitória contra a paulista WMF Suzana Chang, membro do Time Brasil nas Olimpíadas de Xadrez de Istambul.

Arquibancada

A partida que mais chamou a atenção do público presente no ginásio da AFMM (Associação dos Funcionários Municipais de Maringá) foi a do GM Krikor Sevag Mekhitarian, outro representante brasileiro nos Jogos de Istambul, contra o catarinense Bruno Wendorff Lucci, de São Bento do Sul. Apesar da diferença de rating FIDE entre os enxadristas – 1877 pontos do são-bentense contra os respeitáveis 2511 de Krikor -, Bruno não entregou os pontos facilmente. Com o fim das partidas dos demais Grandes Mestres, as atenções da torcida acabaram se voltando para este confronto, que terminou com a vitória do enxadrista Olímpico.

Mesa #11: Lucas Tacconi (brancas) enfrentando o MF Lídio Delgado, de Curitiba (Foto: Johnny Katayama)

Outro destaque de público foi na mesa #11, onde o aniversariante do dia, Lucas Tacconi da Silva, de Londrina, confrontou o MF Lídio Dias Delgado. A partida também começou equilibrada, com bons momentos do jovem londrinense. No entanto, nos momentos decisivos da partida, o Mestre Fide de Curitiba fez valer a experiência e não permitiu que Tacconi comemorasse os 18 anos com uma vitória.

Leia mais no blog Xadrez – Maringá.

Print Friendly, PDF & Email