É notório que a xadrez é uma arte milenar e ainda não atingiu sua legal implantação nas escolas públicas do Brasil, pois faltam leis que o gabarita e, além disso, falta um conselho que normatiza e credencia os profissonais do magistério na disciplina xadrez.

O xadrez é uma arte com 3 mil anos e só agora aaprtir da década de 70 com o aparecimento do Henrique da costa o “Mequinho” que que se despertou o interesse popular no Brasil, mais ainda não atingiu  sua maturidade disciplinar escolar, por isso a sua  implantação nas escolas ainda é uma realidade precaria, pois não tem uma lei que o ampara como matéria curricular e assim não constitui como obrigatoriedade e responsabilidade para as instituição de ensino.

Além do mais, por não ter um conselho que normatiza, que avalia, que restrigi o profissional não habilitado e autoriza o profissional a trabalhar como professor de xadrez, faltam normas ao xadrez para concursos e pré requisitos para atuação na área e assim torna o xadrez uma curiosidade e experimento para muitos que tem a arte do xadrez apenas como o jogo que apenas deve mexer as peças, sem notar a rica literatura que só perde para biblia em termos de publicação.

Assim, o  xadrez passa por transformações que precisam ter mais agilidade e responsabilidade para que esta arte venha ser um rico mecanismo de raciocínio e estratégia para os alunos das escolas da rede pública municipal do Brasil.

Print Friendly, PDF & Email
There are currently no comments.