fbpx

Circuito Sesc de Xadrez 2019 – Etapa Ponta Grossa

Competição organizada pela Fexpar acontece em todas unidades do Serviço Social do Comércio no Paraná
Mais de 150 atletas participaram da etapa Ponta Grossa do Circuito Sesc de Xadrez. A competição foi realizada em parceria com a Federação de Xadrez do Paraná (Fexpar). Na manhã de sábado (05) foram realizadas partidas do sub-08 e sub-10, enquanto à tarde aconteceram os jogos do sub-12 ao sub-20, além do absoluto – categoria que não tem limite de idade e que era a única com taxa de inscrição, no valor de R$ 20.
Pela primeira vez este circuito de xadrez percorre todas as cidades do Estado que possuem sede do Serviço Social do Comércio. Em 2018, um projeto-piloto em apenas seis unidades deu forma ao evento atual, que tem como proposta estimular o caráter competitivo ao mesmo tempo que enfatiza a importância do esporte no lado social e para o lazer. “Desenvolve a parte cognitiva, respeito às regras e ao adversário. Cada um consegue montar a sua estratégia para tentar vencer a partida”, explica Gustavo Lemos Campos Sousa, técnico de atividades de esportes do Sesc.
Os enxadristas utilizam a participação em vários torneios como uma forma de treinamento. Anderson Lemes da Silva tem 15 anos e joga desde os oito. Ele já foi premiado em vários torneios regionais e nacionais e compete na categoria absoluto com adversários mais velhos. Sobre o Circuito Sesc, ele ressalta que é interessante tecnicamente, visto que “junta vários jogadores de nível forte, e é bom para ter ritmo de jogo e testar estratégias”.
O xadrez desenvolve a parte do raciocínio lógico e outras estratégias que a pessoa consegue levar para o dia a dia. A competidora da sub-16, Priscila Jardim Strack de Almeida, aborda que o esporte ajuda na concentração na escola e a desenvolver persistência. “Eu acho importante os pequenininhos começarem cedo para aprender a perder e não desistir. Não é porque você perdeu que deve desistir”.
O objetivo do Circuito Sesc de Xadrez é incentivar a iniciação na modalidade. Alguns enxadristas, por exemplo, participaram de etapas em Guarapuava e outras cidades do estado. “Um evento como este propicia a crianças e jovens de várias faixas etárias condições para poder participar de um torneio organizado pelas regras internacionais, e em um nível de dificuldade alto”, explica Lucas Silvestre Borges, coordenador e vice-presidente administrativo da Fexpar.
Ainda haverá oito fases em outras cidades do Paraná até dezembro para fechar o torneio de 2019. A próxima será em Apucarana, no dia 26 de outubro. Não é obrigatória a participação, porém cada etapa vale pontos para a classificação final. Os 10 primeiros colocados do circuito receberão uma premiação relacionada à cada categoria. Para 2020, a Fexpar e o Sesc pretendem realizar um torneio simultâneo de caráter nacional.
Para se inscrever nas outras etapas acesse o link: http://fexpar.com.br/circuito-sesc-de-xadrez-2019/
Premiação da etapa de Ponta Grossa
Os campeões de cada categoria foram:
Sub-08 masculino: Lucas Galvan Calçada, e feminino, Alana Emanuele Alves de Oliveira.
Sub-10 masculino: Marcelo Emanuel Shafranski, e feminino, Maria Julia Rodrigues da Silva.
Sub-12 masculino: Davi Moreira Camargo, e feminino, Ana Lia Greboji.
Sub-14 masculino: Leonardo Hisao Herai Borges, e feminino, Maria Eduarda Delfrate.
Sub-16 masculino: João Vitor Delfrate, e feminino, Priscila Jardim Strack de Almeida.
Sub-18 masculino: Wesley Matheus Neves, e feminino, Lívia Serpe Nascimento.
Categoria absoluto masculino: Anderson Lemes da Silva
Categoria absoluto feminino:  Yasmin Schafranski.
 A listagem completa pode ser acessada no link: http://chess-results.com/tnr474155.aspx?lan=10&art=4
Print Friendly, PDF & Email